InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se


Tudo o que se sabe sobre os antigos X-Men se resume em uma história em que os mais fortes e sobreviventes podem se recordar, o presente é o entulho e escombro do que restou do passado, a força da vilania se mostrou soberba e implacável diante dos antigos X-Men, Vingadores e SHIELD. Diante da situação onde Carrascos, Irmandade Mutante e Clube do Inferno se mostram soberanos em todo os E.U.A , uma nova instituição de ensino para jovens mutantes se ergue afim de mostrar que está disposta a restaurar a paz e o legado que os X-Men e Charles Xavier deixaram para eles, mas é claro que a União da Vilania não está disposta a deixar isso acontecer, eles buscam um poder que se perdeu durante o chamado Massacre X, enquanto esmagavam o fraco poder dos X-Men um trunfo se perdeu em meio à corpos e sangue. Caso a União encontre este poder antes dos novos heróis, a recém construída Universidade Vegas para Jovens Superdotados pode vir a ter o mesmo destino do Instituto Xavier, se o bem vai padecer perante o mal mais uma vez, cabe a você escolher o lado pelo qual vai lutar e decidir o curso dessa nova história...
ADM

Logan
Logan
Logan
Logan
Logan

Suporte
Últimos assuntos
» Fundos da Universidade - Disciplina: Sobrevivência
Dom Jun 14, 2015 12:34 pm por Emma Frost

» [FP] Nicholas Lewis
Sex Jun 05, 2015 11:52 am por Aleksander Konstantinov

» Hall de Entrada
Qua Jun 03, 2015 2:36 pm por Deron Bryce

» Pega o de Cima ou Arrisca o de Baixo?
Ter Maio 19, 2015 9:42 am por Henzo Findergarth

» Salada de Frutas
Ter Maio 19, 2015 9:40 am por Henzo Findergarth

» Me de uma nota
Seg Maio 18, 2015 2:03 pm por Morgana Stanford

» [FP]Volkner Muller Deanford
Dom Maio 17, 2015 6:19 pm por Aleksander Konstantinov

» Vamos desabafar
Qui Maio 14, 2015 7:24 pm por Jasmynne Windy Berbarov

» Inscrições para as Aulas
Seg Maio 11, 2015 6:41 pm por Aleksander Konstantinov

Parceiros
RPG - Hogwarts School

Fórum grátis



Compartilhe | 
 

 Hall de Entrada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Wolverine
X - Men
X - Men
avatar

Mensagens : 123
Data de inscrição : 22/12/2012

Ficha Mutante
Nível: 6
Poderes: Garras Retráteis, Fator de Cura e Sentidos Aguçados
Power Force: 800/1280

MensagemAssunto: Hall de Entrada   Dom Mar 31, 2013 6:41 pm

Relembrando a primeira mensagem :

  • Ala Leste
  • Hall de Entrada
  • Universidade Vegas
Hall de Entrada


Logo que qualquer novo Universitário adentra as dependências da Universidade Vegas, percebe o aspecto clássico que a mesma oferece. Beirando aspectos de Castelos Medievais, escadas ornamentadas e lustres são intensamente presentes, porém ao centro, há uma homenagem especial. Uma estátua em tamanho real de Deron Bryce, confeccionada a mando do Reitor Konstantinov em agradecimento por seus feitos e fundação da Universidade.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://xmengenerations.forumeiro.com

AutorMensagem
Wolverine
X - Men
X - Men
avatar

Mensagens : 123
Data de inscrição : 22/12/2012

Ficha Mutante
Nível: 6
Poderes: Garras Retráteis, Fator de Cura e Sentidos Aguçados
Power Force: 800/1280

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qua Maio 06, 2015 11:45 am






Clonaram o Grandão


O grandalhão conseguiu me segurar em pleno ar, estava desconfiado de que poderia ser Mística mas estava enganado, ela fedia mas não tanto como Deron estava fedendo no momento fazendo parecer que havia rolado 7 dias consecutivos em um lixão, assim que me soltou ele deu uma conferida em como estava sua situação e percebeu que a coisa estava feia. Ao que parece ele saiu do local para tomar um banho após ver uma linda mulher loira se entrar no saguão do Hall de Entrada, realmente era um espetáculo de mulher e Deron sendo um caçador nato de mulheres não perdeu tempo e foi se ajeitar para ver se conseguiria se dar bem naquela noite, eu acendi um novo charuto enquanto olhava o grandalhão sair da festa enquanto dizia para Aleksander:

- Hey garoto, acha que a loira vai dar moral pro grandão?-

Depois dava uma grande tragada no meu charuto indo andar um pouco, iria me sentar e tomar um ponche por que não queria dar mau exemplo pra garotada, se bem que um mero gole não faria mal a ninguém, então abri meu cantil e peguei um copo de plástico e coloquei dois dedos de ponche e o resto de Whisky, sem exageros naquela noite.

It's a Love Story baby just say yes ♪♪♪♪

Lovatic CG



_________________
Wolverine

Logan - I Love Canada - I Hate Sabretooth
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://xmengenerations.forumeiro.com
Harrison Wells
X-Men / Paragões
X-Men / Paragões
avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/05/2015
Idade : 19

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Super Velocidade, Reg.Molecular, Intangibilidade..
Power Force: 5/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qua Maio 06, 2015 12:14 pm


Post: 000 Notes: HERE Wearing: Terno e Gravata With: Muitas Pessoas

Escondendo Meu Verdadeiro Eu

Era um novo começo para mim, estava em uma universidade por incrível que pareça, algumas pessoas podem saber quem sou nesse corpo e então tinha de disfarçar quem realmente sou, tenho de usar um óculos,sendo que hoje é dia de festa fui me trocar passei eu meu armário e coloquei um terno e uma gravata e assim que sai vi que o local onde estava ocorrendo a festa estava cheio.

Assim que pisei o pé no lugar muitas pessoas olhavam para mim, sabiam quem eu era pelos comentários, não sabia se isso era bom ou ruim, se descobrissem quem sou de verdade todo meu plano iria dar errado, sendo assim entrei sorrindo apesar deles me olharem e eu ter poderes alguns podem achar meio estranho pois um cientista que sobreviveu a explosão e sendo assim outros iriam dizer que meus poderes vieram da mesma alterando minha molécula e eu não seria descoberto.

Thanks @Lilah for CG
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camryn Fewan Harden
X-Men / Paragões
X-Men / Paragões
avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 21/04/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Controle dos Quatro Elementos, Fator de Cura, Inteligência Sobre-Humana
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qua Maio 06, 2015 4:52 pm

Camryn começava a arrepender-se de ter comparecido a tal festa, o tédio dominava seus pensamentos que estavam literalmente em outra dimensão. A garota examinava cuidadosamente cada um dos ali presentes puxando fichas imaginarias de seu cérebro apenas por diversão, não apenas isso era capaz de definir seus poderes e dons e assim como também quem sabe futuramente descobrir seus mais profundos segredos obscuros, chegava a ser engraçado a forma como a maioria ali se comportava, banal, e até mesmo fútil. A maioria ali era totalmente desprovidos de capacidade e raciocínio logico, apenas enturmando-se e conhecendo-se da maneira mais natural e falsa possível, os confiáveis diga-se de passagem pareciam estar bem longe, ao menos isso era o que rondava sua mente, naquele momento tudo parecia apenas uma grande farsa para algo maior que estava prestes a acontecer.

Seus olhos captaram o movimento antes mesmo que a mulher se aproximasse dela, pensava em dispensa-la educadamente e deixar o lugar em seguida, mas seria obvia demais em sua fuga de conversar alheias, dessa forma optou apenas por entrar no jogo da jovem. Camryn virou-se de esguelha para encarar a beldade, os cabelos longos e loiros batiam um pouco abaixo da cintura, seios fartos e corpo curvilíneo que daria inveja a muitas jovens presentes no salão, como se isso não bastasse seu olhar sagaz era completo de uma sabedoria oculta, além do que possuía um rosto velho e fingia-se de ingênua.  A loira arqueou uma sobrancelha apenas para mostrar a ela que não cairia naquele jogo, as coisas ali aconteceriam as claras estava mais que obvio que Camryn não daria o braço a torcer sem obter conhecimento das reais intenções da mesma.

Camryn depositou a bebida sobre a bandeja de um garçom qualquer antes de a responder em um tom monótono- Não sei como funciona o andamento acadêmico com relação a aceitação de calouros e novos alunos, se quer obter informação inúteis a respeito da universidade vá em frente e pergunte ao moreno alto com sorriso sádico no meio do salão- Apontou o reitor que conversava com parte do corpo acadêmico e algumas outras pessoas mais a frente- Tenho mais o que fazer a perder tempo com esse tipo de coisa- Um sorriso apareceu no rosto da loira que estralou o pescoço apenas para indicar o tédio continuo que lhe açoitava o corpo- Agora se procura algo de realmente útil vá em frente e abra o jogo, do contrario de mim não obterá informações- A essa altura Camryn já analisava sua oponente a procura das respostas pelas quais tanto ansiava.


_________________

I'M A AVENGER




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henzo Findergarth
X-Men / Alphas
X-Men / Alphas
avatar

Mensagens : 26
Data de inscrição : 04/05/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Desintegração, Veneno e Resistencia Sobre-Humana
Power Force: 7/100

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 1:36 pm



Notte Disintegrò
A Noite já havia começado, do meu quarto na Universidade já dava para ouvir uma sonoridade um tanto quanto irritante, a música que não se cabia ao meu gosto ficava menor, enquanto ouvia meus pensamentos fluírem, enquanto colocava a calça jeans preta nas pernas e uma regata preta e vermelha, arrumei o cabelo e coloquei meu relógio, parti dali em direção ao Hall de Entrada, onde estava acontecendo a festa.

Várias pessoas já estavam lá, se "divertindo", mas o que eles não sabiam era que a diversão acabara de chegar no local, fui até o bar, pedindo o melhor drink pro Barmen enquanto olhava para todos ali, tentando identificar alguma bela moça que pudesse me fazer companhia.

O meu drink chegara, eu o peguei e provei o mesmo, olhando para o barmen -Grazie!- me virei e sai andando, olhando a todos ali e dando outro gole no drink, avistei algumas garotas, mas nada de chamar a minha atenção. Continuei andando, até que avistei não muito longe do reitor e do corpo acadêmico, duas belas loiras, uma parecia mais jovem que a outra, mas ambas realmente muito lindas. Dei o último gole na Bebida, desintegrando o copo rapidamente e indo até as duas, parando no meio do caminho pegando uma taça de vinho de um garçom e bebendo me aproximo das mesmas, me virando de costas para elas e dizendo, alto o suficiente para que ambas ouçam -Caramba em, que perda de tempo ter vindo pra essa festa, não tem nada de interessante aqui.- Permaneço de costas para elas e viro a taça do meu vinho, me virando para elas e colocando o copo numa mesa ao lado.

© Ross at CupcakeGraphics
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deron Bryce
SHIELD
SHIELD
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 20/01/2013
Idade : 33

Ficha Mutante
Nível: 3
Poderes: Super Condições Físicas, Super Inteligência, Projeção de Energia
Power Force: 325/480

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 8:29 pm

De volta ao lar


Estava preste a chegar chegando numa gata loira muito charmosa e vou falar aqui mesmo, muito gostosa, mas algo acabou dando errado e esse algo era conhecido por Magneto, antes que eu pudesse pensar em uma boa cantada de pedreiro para chegar na gata ele se aproxima e nos prende com os metais das estruturas do palco. Nem mesmo minha força conseguiu afrouxar os metais ele já me conhecia de batalhas passadas e pensou bem para me prender, reforçou bem os metais ao meu redor e com isso foi obrigado a ouvir metade de sua falação por que depois disso acabei pegando no sono, só acordei como senti o impacto de minha cara com o chão do palco, sonhei que estava num hotel tomando espumante com aquela loira linda, o fato de ser só um sonho me deixou muito irritado, então o que eu tinha de fazer? O que um bom Deron sempre faz, parte pra porrada!


Me levantei parcialmente e saltei contra Magnus sem exitar tentando li atingir com um forte golpe na altura do peito, e em seguida soquei o piso do local puxando um bloco de concreto e o lançando contra o velho homem, dizendo:

- Não sou o Hulk, mas eu também esmago! -

Olhava para os demais naquele lugar e dizia para os alunos:

- Gurizada, prestem atenção, esse homem é caçado por matar milhares de outros mutantes, se quiserem justiça e limpar o sangue que foi derramado até agora, a hora de fazer isso é agora, todos contra o chamado Magneto! E isso é uma ordem! -




* Times para o Mestrado!:

1º Time: Deron, Auroro NPC, Charllote, James, Victória e Alícia. ( Se aparecer Christian )

2º Time: Aleksander, Logan, Camryn, Henzo, Harrison, Symon . ( Se aparecer Lyraz )



◦◦◦
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Emma Frost
Clube do Inferno
Clube do Inferno
avatar

Mensagens : 9
Data de inscrição : 27/04/2015
Idade : 37
Localização : Sede do Clube do Inferno - Cassino Bellagio

Ficha Mutante
Nível: 3
Poderes: Telepatia, Mimetismo Diamântico e Telecinese
Power Force: 335/480

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 8:36 pm











You Can Leave Your Hat On




Fui uma idiota em pensar que aquela Inauguração seria uma festa de se orgulhar. O evento talvez não se tornara um verdadeiro destaque por conta de minha presença, algo que pareceu sem dúvida animar alguns dos membros ali presentes. Para umedecer meus lábios, tomei em punho um Drink que passeava sobre a bandeja de um dos garçons contratados para a ocasião. Após ingerir um gole do líquido de tom avermelhado, tive vontade de cuspir o mesmo por conta do fato deste ser sem álcool, porém não fiz tal por conta de devido fato ser de grandiosa deselegância.

A jovem loira que se portava a minha frente pareceu despertar de seu transe, mas além de responder-me era possível notar um tom rude em sua voz. Que insolência, era triste perceber a ingenuidade desta, não reconhecendo-me de forma alguma. Mais uma vez eu refletia comigo mesma "...Onde eles se Matriculam. Eu já dei Aulas...". Ainda assim, haviam bons atributos a serem vistos em meio a toda aquela movimentação, um jovem forte se aproximou de nós, talvez interessado em algo além do que a Confraternização proporcionava, o modo de agir do jovem era tão previsível que não era nem mesmo necessário dons Telepáticos para saber o que ele queria. Ele vinha como quem não queria nada, chegava a ser cômico só de visualizar seu nervosismo diante de minha presença.

- Obrigada garota. Mas já que se auto-descreveu desta forma, saiba de uma coisa a meu respeito. Eu não digo, eu faço. Espero que se divirta ai encostada na parede. - Sorri de forma sarcástica para a jovem loira ao meu lado, não evitando um leve riso com as palavras do rapaz - Olá Bonitão. Acho que pode passar seu tempo com aquela loira ali, vê se esquenta aquela região fria central que tanto deseja ter esta noite. - Dou mais um gole em meu Drink Infantil num ato puro de sede, sorrindo para Erik assim que o percebo adentrar no Hall de Entrada com a Capa esvoaçando atrás de suas costas.

Notei seu sinal de imediato. A Operação - por assim dizer -, havia oficialmente iniciado-se. Mesmo com a indiscrição de Erik, eu sempre tive requinte e classe suficientes para alcançar meus objetivos por debaixo dos panos ou até mesmo dos lençóis. Localizar Symon em meio a dezenas de jovens mutantes seria algo um tanto complicado, porém não impossível. Provavelmente estaria com alguma garota, notando suas necessidades carnais. Com isso, de forma discreta, posiciono minha destra em minha têmpora, semicerrando os olhos enquanto virava a cabeça para ambos os lados, lendo pensamentos, processando dados até que encontro os pensamentos dele, de Symon, que conforme por mim previsto, se envolvia com uma jovem, uma Homo Sapien, não pude evitar uma exaltação naquele Link Telepático estabelecido de forma tão intensa que beirava a aspectos da mais leve Indução de Dor.

"...Symon! Que coisa nojenta. Envolvendo-se com uma jovem que nem possui a honra de ser uma Mutante! O Sr. Lensherr acaba de chegar, portanto não quero que fique longe de minha vista. Atente-se e largue desta indigna. O momento de agir de aproxima...". Apesar de Symon ter conseguido atingir um bom nível em seu disfarce, o fato dele comportar-se desta forma sinceramente me enjoava. Apesar disto, as ações de Erik diante do tal reitor e de seu braço direito eram divertidas de se visualizar, era como ver ratos encurralados diante de uma serpente pronta para abatê-los, algo muito excitante de se ver numa ocasião pública, o constrangimento me animava, pimenta no olho alheio para mim era do mais puro refresco.

Como esse velho fala. Francamente. Não era a toa que tantos eram manipulados por Erik, sua lábia discursiva era algo que realmente convencia a muitos. Porém, em alguns momentos, se não todos, este passava dos limites. Sua recomendação para que lacrasse os pontos de saída daquele local foi atendida cordialmente com alguns gestos de mãos em direção a portas e janelas dispostas pelo local, os quais comandavam seu fechamento por conta de dons Telecinéticos por mim utilizados. Agora eu entendia por que aquela vadia da Grey se sentia tão superior aos demais. Porém ainda estava enfurecida por Erik interessar-se tanto em seu retorno. Agora que ela havia morrido e me deixado em paz... Porém, era certo que precisávamos dela mais ruma vez como receptáculo para o Espírito Furioso da Fênix. Sinceramente, eu quem queria possuí-lo em mim mais uma vez. Torturar meus amados submissos com meu próprio fogo de maneira literal seria algo que me levaria a orgasmos múltiplos.

Erik sem dúvidas era esperto, sua superioridade também era notável, apesar de ser levemente teatral. Apesar do capacete cafona, Erik pareceu demonstrar o que queria, e eu esperava que o conseguisse. Muitos de meus planos dependiam de Erik. Assim que este deu a oportunidade para que o outro lado se pronunciasse, aproximei-me do mesmo de forma sutil, porém sensual, fazendo com que o toque de meus saltos agulha ecoassem pelo local de forma estridente, deixando clara a minha presença. Encarei Erik com um sorriso sádico estampado na face - Concordo convosco Sr. Lensherr, realmente seria um desperdício eliminar mutantes tão bem apresentáveis quanto estes os quais minha humilde visão tem o prazer de contemplar.

Retiro o que eu disse. Erik foi um perfeito idiota ao soltar ambos os mutantes. O mais forte dos dois logo tratou de despertar-se e partir contra o Sr. Lensherr, lançando fortes golpes contra seu peito. Era necessário agir e rápido. Com isso rapidamente mantive-me atenta a visualizar o Mutante de extrema força, posicionando minhas mãos em minhas têmporas a fim de induzir dor em sua mente para que cessasse seus golpes contra Erik o mais rápido possível. Estava utilizando todas as minhas forças para tal, porém ainda tentando manter o Link Telepático com Symon, expresso de forma clara uma breve ordem "...Chegou a hora Symon! Faça o Circo Pegar Fogo!..."

_________________






Emma Grace Frost


Rainha Branca do Clube do Inferno - Telepata - Psicóloga e Terapeuta Sexual





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alicia Davenport
Moderadores
Moderadores
avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 17/04/2015
Idade : 19

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Absorção de Poderes, Eletrocinese e Super Inteligência.
Power Force: 19/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 9:11 pm




Uma Visita Inesperada


Estava sentada na mesa quando um homem velho entro no Hall, ele me parecia um pouco educado, mas assim que nos disse que para nós sermos aceitos na sociedade precisaríamos matar pessoas importantes, sendo que eles seriam presidentes, governadores e entre outros que estavam no poder, pensei a mesma coisa, mas eu não era assim, nunca fui e ao ouvir Deron eu me levantei e me juntei ao seu lado após ele jogar uma pedra no homem e disse: -Estou com você! Dizia indo para cima dele e roubando seu poder.

Após roubar seu poder usei o mesmo para trazer as estruturas metálicas do palco e pegá-lo sem saber,  sendo que logo logo o poder iria acabar, sendo assim resolvi laçar uma descarga elétrica para que se no caso pegasse um dos dois eles iriam tomar um baita choque.

Citação :
Nível 1: O mutante pode copiar 1 poder de um aliado ou inimigo através do contato físico, devendo ter contato pele/pele. O mutante pode copiar 1 poder por vez sendo que este se esgota após ser usado, o mutante pode realizar 1 ação com o poder absorvido, depois disso perde a habilidade. Esta habilidade pode ser utilizada a cada 2 turnos.

Nível 1: O mutante pode gerar eletricidade com seu próprio corpo, pode energizar sua mãos com eletricidade e lançar pequenas esferas de eletricidade.

valeu @ carol!

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aleksander Konstantinov
X - Men
X - Men
avatar

Mensagens : 102
Data de inscrição : 25/03/2015
Idade : 32
Localização : University of Las Vegas for Gifted Youngsters

Ficha Mutante
Nível: 6
Poderes: Biocinese, Manipulação Molecular e Telepatia
Power Force: 800/1280

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 9:12 pm











Scars and Souvenirs




Tudo ocorrera tão rápido. A reaparição de Deron. A aparição de Magneto e sua fiel escudeira Emma Frost. Enquanto Magneto argumentava deixei-me permanecer pela pressão das barras de ferro por ele manipuladas, atento a cada palavra. Sorri ao visualizar Deron cair no sono. Não evitando uma gargalhada ao ver o mesmo desabar assim que Magneto nos liberta. Da forma mais sincera e cômica possível, Deron acaba expressando meus pensamentos mais profundos. Deron estava cagando e andando pro que o Magneto dizia, Deron não iria dar-lhe uma informação desta magnitude pelo simples fato de que o mundo é de propriedade dos Mutantes.

Eu sinceramente desconhecia da parte dos sonhos de Deron, as quais julgava promíscuos antes mesmo de se visualizar, porém, era fato de que seu sonho fora o estopim para um humor de Cão. Despertar daquela forma a fim de atacar Magneto foi algo impressionante. Porém Deron, em sua fúria, cegou-se para os outros agravantes da situação, os quais naquele momento tinham nome e sobrenome, Emma Frost.

- Meu amigo não, Vadia. - Aproveitando-me de sua distração, concentro-me em invadir a sua mente a fim de dificultar sua visão, tanto lesionando-a como atrapalhando-a em seu ataque contra Deron. Mas havia mais a se executar, com isso, aproveitando-me da raiva que crescia em meu ser em altos níveis, continuo em sua mente, forçando-a em se lesionar com seu próprio ataque, e percebendo que era uma Indução dolorosa, concentro-me em fazer Frost utilizar seus comandos mentais contra si mesma, fazendo com que sofresse a própria dor que esta então executava, ingerindo dolorosamente de seu próprio veneno.

Recomendações:
 

_________________






Aleksander Krönvslager Konstantinov


Reitor da Universidade Vegas - Russo - Psicólogo e Biólogo Molecular





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Symon Brainard
X-Men / Satânicos
X-Men / Satânicos
avatar

Mensagens : 44
Data de inscrição : 31/03/2015

Ficha Mutante
Nível: 3
Poderes: Teletransporte, Psicocinese e Invocação de Entidades Cósmicas.
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qui Maio 07, 2015 9:30 pm




The Party



Estava eu me direcionando para a saída quando avistei minha, de certa forma, mãe, entrar no Hall, devo confessar que senti um leve arrepio correr por minhas espinhas pois eles estavam agindo antes do que fora combinado, com certeza o velho babão do Magnus havia decidido agir de forma precipitada. Ele se aproximou de Aleksander e o cara grande e os prendeu assim como a Logan, fez um discurso memorável e de puras verdades, o velho sabia manipular com suas palavras e isso lhe dava pontos comigo, olhei para Victória e lhe disse:

- A coisa vai ficar feia. -

Enquanto dizia ouvi os pensamentos de minha velha ou nova, e lhe respondi de forma direta:

" Você se diverte com seus acionistas e faz negócios em baixo dos lençóis com velhos gordos e asquerosos que sequer tem algo que esteja à sua altura mãe, então não me perturbe por ter alguém com quem possa passar meu tempo."

Sorri enquanto a localizava visualmente, enquanto voltava o meu olhar para ver Magnus fazer um puta de uma burrada ao soltar os adultos chefes daquela joça Emma falava algo que eu não conseguia compreender, isso se dava ao fato de ver o grandalhão se lançar contra Erik e tentar lhe golpear diversas vezes contra o peito e por sequencia lançar um pedaço do piso, se o velho não agisse logo estaria na pior, mas minha amável coroa agiu rápido tentando livrar as pelancas, ou devo dizer, o surrado couro do velhote. Assim ela se voltou para mim e disse que estava na hora de fazer aquela joça queimar, então lhe respondi:

" Vou ali recuperar meus poderes e já volto coroa, não mate ninguém sem eu estar por perto e nem invente de usar os lençóis não quero ficar enojado por uma semana."

Logo me teleportei até o lado de fora daSede Satânica, meu bondoso e leal dragão de estimação desperta revelando-se de sua forma rochosa, lá pude estender minhas mãos para a criatura e lhe dizer em rito de invocação:

- Karahj miasqueluh! Trerremorahn talujh makahrr dertoéh mashtar nunstrein rrahr! - ( Ei pois que invoco o que lhe fora emprestado com a soma de sua força.! )

Logo a criatura se ergue e abre suas asas grandiosas, meu poder finalmente voltava para mim mas agora com uma pequena taxa de juros, agiotagem era uma característica comum em mim, afinal era eu quem ia cobrar os empréstimos que minha mãe fazia, ela não perdoava dívidas facilmente.
Após o ritual ter sido concretizado eu poderia voltar a usar todo o potencial de minhas energias, então eu me teleportava novamente para o salão e criava um link com Emma dizendo.

" Pronto para agir, se prepare velhota, estou renovado conforme o planejado."

Usava de minha psicocinese alterando a realidade e criando uma cópia minha que era atingida no lugar de Erick, corria em direção de Emma e lhe dizia em voz alta enquanto tentava lhe golpear a face:

- Vocês sumam daqui! -

Em nosso link telepático lhe dizia:

" Não pegue leve coroa, e me desculpe, tenho que ser um bom ator."

Assim tudo começava, conforme o planejado.


Lorem ipsum dolor sit amet.
Bluee @ CG


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
James Kovac
X-Men / Ultimate
X-Men / Ultimate
avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 18/04/2014
Idade : 20
Localização : Vagando em meus pensamentos loucos

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Cura, Gravitocinese e Umbracinese
Power Force: 10/100

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Sex Maio 08, 2015 12:21 pm



Uma Visita Inesperada..
E as coisas se complicam!
 
A noite na universidade estavam entendiantes ao extremo e a tentativa de socializara não iam muito bem até que decidi conversar com Alícia, mas enquanto ela me respondia uma mulher loira havia chegado no local junto com outros alunos, mas algo atraiu nossa atenção, era um homem que parecia ter já uma idade avançada. O homem vestia trajes negros com uma bela capa esvoaçante que lhe dava ar de grande poder e superioridade, todos voltaram sua atenção para o homem e este se aproximou do reitor e seus amigos conversando algo com eles, mas sem demora ele usou um dom magnético para manipular as estruturas metálicas do palco fazendo os metais prenderem os homens e iniciou um grande discurso, eu tinha de concordar com o que o homem idoso dizia pois eram boas verdades, mas ele colocava em risco todos nós com sua presença já que ao soltar o reitor e os demais homens um cara grande caiu pois parecia ter adormecido e ao se levantar avançou contra o velho.


Seus ataques eram rápidos e sequenciais, Alícia já se pôs ao lado do cara grande quando ele nos chamou para o combate contra o velho homem, corri até eles e ficando ao lado dela para poder agir em seguida após seus ataques.


Estendi uma de minhas mãos em direção de nosso inimigo fazendo com que estacas de sombra maciça saíssem de minha palma as lançando contra o tal Magneto.

Em seguida estendi minhas duas mãos para os lados e fiz surgirem diversas esferas de sombra no ar, eram cerca de 6 esferas pairando no ar sobre cada palma, as lancei com força e velocidade contra o inimigo afim de causar algum dano e o distrair para que os demais pudessem ataca-lo enquanto estivesse desatento com as sequências de ataques que todos faziam, era uma batalha muito perigosa para nós alunos, eu com certeza não deixaria que nada de ruim acontecesse com meus colegas e muito menos com Alícia que era uma companheira não só da Universidade mas também de Sede, agora estávamos no mesmo time e eu sendo monitor da Ultimate deveria protege-la por ser uma de minhas colegas, lutaria como um verdadeiro Ultimate sem deixar o fato daquele mutante ser muito mais forte do que eu, seria uma batalha memorável caso conseguisse sair dali inteiro.


COM: Alguém ONDE: Aqui VESTINDO: Isso POST: 001

@Lilah
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charllote Le Roux Russeau
X-Men / Alphas
X-Men / Alphas
avatar

Mensagens : 26
Data de inscrição : 26/04/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Cura, Necromancia e Bionergiocinese
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Sex Maio 08, 2015 3:07 pm



Ain Meu Deus! Uma Luta?!




 A situação da batalha no Hall de Entrada ia de mal à pior pois por mais que Magneto tivesse sido ferido de alguma forma pelas nossas combinações de ataques ele ainda mostrava o por que de ser um mutante tão conhecido e temido pelos humanos. Sinistra foi muito bem com suas ações e eu acabei tendo de certa forma um certo sucesso nas minhas tentativas de ataque, mas mesmo assim ainda acabei sendo jogada contra uma muralha em forma de pessoa, era o amigo grandalhão do reitor. Havia me esquecido de um novo amigo que tinha feito, seu nome era Christian? Não, Carlos? Me lembrei! Christopher!

Ele havia se aproximado e Sinistra comentava algumas coisas sobre ele por poder sentir a essência das pessoas por ser uma entidade arcana muito poderosa. Ela ria dele por ser meio metido a galã e paquerador, tinha um ar de valentão e durão porém ainda conservava uma essência de bom coração, ela brincava com ele ocultando sua presença e embaralhando a mente dele para que ele não à detectasse. Acabou que ele conseguiu nos surpreender com seu poder, ele possuía algo semelhante à uma telepatia muito poderosa pois mesmo com Sinistra estando apenas brincando, seu poder ia além do que um de simples telepata e se equiparava ao de mutantes muito poderosos, e o rapaz ainda assim conseguiu nota-la.

 Mas depois de tudo e de breve conversa foi que tudo começou e atraiu nossa atenção para a batalha que se iniciou em questão de minutos. Quando me dei conta da nossa situação atual eu estava fraca, presa pelos punhos e tornozelos, ferida e sangrando, como de costume eu acabava deixando as lágrimas rolarem e meu choro baixo ecoava pelo local, soluços baixos saiam pela minha boca enquanto ouvia Sinistra lá embaixo gritando comigo para eu parar de chorar. Eu não conseguia de forma alguma, estava tremendo em puro pavor, sentia os cortes e perfurações arderem e o sangue escorrer pelas minhas pernas e braços, estava em pleno desespero que sentia vontade de urinar, minhq bexiga estava cheia e o medo que me fazia tremer poderia me fazer urinar. Jamais havia sentido tamanho pavor fora quando tive o trauma com meu padrastro, temia morrer mais do que nunca, estava iniciando uma nova fase em minha vida deixando o passado para trás e procurando melhorar meus traumas me dedicando à vida na universidade.

 Ouvi vindo lá do alto a voz de Christihian ao despertar, sorri feliz por saber que ele estava bem e ainda estava na luta, ele se soltou mas ao que parecia havia se machucado com a queda, com um pano enrolado em um dos braços deu a perceber que estava fraturado. Concentrei minha energia fazendo com os cabos explodissem, corri até ele e o abracei com força beijando seu rosto devido a alegria de ver que ele ainda estava com vida. Tirei a toalha de seu braço e o estendi com medo de o machucar ainda mais, olhei para ele dizendo.

[color=#ff33ff] - Me deixe te ajudar Chris, vamos cuidar disso. - [\color]

 Com uma de minhas mãos segurando seu braço com suavidade o estendendo eu passava a outra sobre a área fraturada usando meu dom de cura para que ele pudesse usa-lo normalmente em batalha. Eu ouvia Sinistra reclamar de minha decisão em ajudar outro mutante ao invés de focar minhas energias na batalha, usar minha cura em outros me enfraquecia muito e eu já estava ferida, mas de alguma maneira eu sentia a necessidade de o ajudar. Assim que percebi que seu braço já estava curado procurei um local para me sentar e recuperar as energias, mas antes que pudesse me dar conta minha visão ficou turva e só tive a chance de ver Sinistra correr em minha direção enquanto o chão se aproximava de mim.

1 ação foi a de estourar os cabos de aço para me libertar.

2 ação curar a fratura no braço de Christian.


 Ao despertar estava caída próxima à uma das paredes do local, pude ver os outros batalhando  e presenciar as açõea de Sinistra, primeiro ela se ocultou nas sombras e surgiu atrás de Magneto o segurando pelos ombros para travar seus braços e facilitar o ataque do homem grande que tentava matar de uma vez o nosso inimigo, depois disso ela criou duas lâminas em lugar de seus braços e tentou os cravar em suas costas para atravessar o inimigo.


Logo depois meu corpo tornou-se novamente pesadoe tornei a desmaiar devido a fraqueza, eu não era forte como eles, não era uma garota que tinha costume de lutar e jamais gostara de batalhar e por isso meu corpo não tinha o costume de me manter em pé com aqueles diversos ferimentos.




Thanks @ Solaria Magnum CG

_________________
Give me Your Love

All rights to Ghost


Última edição por Charllote Le Roux Russeau em Qua Maio 13, 2015 10:50 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aly
X-Men / Satânicos
X-Men / Satânicos
avatar

Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/04/2013
Idade : 21

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Voo,Controle dos 4 Elementos,Roubo de Poderes.
Power Force: 16/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Sex Maio 08, 2015 8:40 pm


Festinha da Vegas
Ok , a festa estava realmente um saco , e eu nao estava curtindo ficar sozinha ali, porém o aparecimento de dois mutantes "estranhos " e aparentemente poderosíssimos me fez tremer na base , principalmente quando a vida do reitor correu risco. As palavras de um dos mutantes pareciam corrosivas como o ácido e amargas como o fel , mas de alguma maneira ainda sim pareciam verdadeiras; se eu acreditaria nele ? talvez , entretanto com a vida de meus companheiros de faculdade tambem em risco , eu nao poderia ficar de braços cruzados.
Corri para o lado de fora esperando conseguir ver o que poderia ser feito , entretanto a roupa e os sapatos estavam me atrapalhando muito então procurei uma vela ou algo que tivesse uma chama acesa e logo achei uma vela em uma mesa , me concentrei lenvemente e queimei meus sapatos , deixando meus pés tocarem o chão e o vestido até a altura do joelho, para que minha mobilidade ficasse melhor.  
Aos ADM's :
 
Com quem está? ------ X Que música está escutando? ------- X Onde está? ------- X Que roupa está vestindo? ------- X Algo a acrescentar? ----

@ Wonderland Editions


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
James Stark
X-Men / Ultimate
X-Men / Ultimate
avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 03/05/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Mimetismo Draconiano, Manacinese e Manipulação Dimensional
Power Force: 8/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Sab Maio 09, 2015 1:08 pm

words: 222
tagged: xxx
location: University
humour: Calmo
Confusion
 A festa de inauguração estava com ares de desagrado, com alguns sorrisos forçados e outras pessoas nem se davam ao esforço de sorrir. Algumas pessoas conversavam amigavelmente, mas não havia muita interação entre os presentes e James logo se sentiu entediado e muito tentado a voltar para seu quarto, mas havia acabado de chegar e não voltaria tão cedo.

Parecia ter havido alguma comoção recente, pois apesar do clima estranho, havia alguns cochichos sobre uma briga, que normalmente deixaria James curioso. Andando ao redor, agora desprovido daquela incerteza que sentira antes de entrar na festa, havia se dissipado e ele caminhava calmamente por entre as pessoas, procurando um canto para se manter quieto e observar. Estava andando a esmo e olhando ao redor, quando uma nova comoção começa a ocorrer. Os presentes se viravam todos para ver o que acontecia, de modo que foi fácil para James descobrir onde procurar o foco daquilo.

Não existia mais um palco em meio ao Hall de Entrada. Suas estruturas haviam sido arrancadas de modo que James ficou surpreso ao ver. Essas estruturas se fixavam na parede, a comando de um senhor de cabelos brancos vestido de negro com uma capa negra sobre os ombros, prendendo o reitor e outro homem à parede.

Aquela situação deixou todos surpresos e alarmados rapidamente, mas o homem começou a falar, o que deve ter sido um dos motivos para não se haver iniciado imediatamente uma luta ali. James observava, ouvindo o discurso do homem, que não chegou a se apresentar, mas muitos já sabiam seu nome, que não era o caso de James, porém ouviu alguns sussurros por ali e logo descobriu o nome Magneto.

O homem era bom de lábia, isso era um fato sem contestação. Fez James se sentir tentado á ir se postar ao lado dele, porém o garoto também estava curioso a respeito da opinião do reitor e dos outros alunos. Todos pareceram considerar muito bem o discurso de Magneto, a não ser um dos homens preso na parede que parecia ter adormecido. Quando Magneto o soltou, foi comprovado que ele estava realmente dormindo, quando caiu no chão e logo em seguida atacou Magneto e em seguida deu a ordem de atacar. A primeira imagem que veio a sua mente foi um coro de gritos com vozes infantis, lembrando a si mesmo de sua idade, porém não foi isso o que aconteceu.

Os próximos acontecimentos se passaram rápido e James não entendeu bem o que aconteceu, mas imaginou que fosse algo a ver com telepatia, pelas expressões de dor e pela falta ausência do acontecimento de algo no plano físico e visual, mas como o homem que parecia estar ao lado do reitor havia dado a ordem, resolvi simplesmente obedecer e permanecer ao lado deles, ficando mais convencido por eles.

Múltiplos ataques se dirigiam a magneto e James resolveu acrescentar os dele à lista. Correu para ele ficar mais próximo, no mínimo á uns dez metros do manipulador de metais e criou esferas de fogo negro em suas palmas, para em seguida, lança-las contra o homem da capa preta.


Citação :

-Mimetismo Draconiano:

Nível 1:
           Pode lançar pequenas esferas de chamas negras à uma distância de até 10 m de distância.

_________________

James Stark
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Christopher B. Fenrryr
X-Men / Satânicos
X-Men / Satânicos
avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 06/04/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Hipercinética, Absorção de Poderes e Arsenal Completo
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Dom Maio 10, 2015 2:31 am




Christopher Black Fenrryr




A noite estava caminhando de forma normal, ou seja, monotonamente chata, Chris ainda esta encostado ao lado da estatua de pedra enquanto observava as pessoas que aos poucos iam chegando para a cerimonia, a maior parte eram alunos, mas ainda sim alguns adultos também compareceram ao local para certificarem-se de que seus filhos estavam realmente em uma boa escola apesar da mesma situar-se na cidade do pecado conhecida como Las Vegas...

Ao longe o jovem avistou Symon conversando com uma menina de cabelos escuros, o jovem sorriu, Symon realmente não perdia uma boa oportunidade de saciar seus desejos carnais, o jovem pareceu também notar a presença de Chris pois estabeleceu uma conexão telepática com o mesmo, depois que terminou de dar seu recado e mencionar sua tutora Emma, Chris apenas lhe respondeu mostrando o dedo do meio do local onde estava, não tinha certeza se ele tinha visto ou não, mas isso pouco importava... Depois de algum tempo uma outra jovem de cabelos escuros aproximou-se de Symon, uma entrada que havia chamado a atenção de muitos e não só a do rapaz, mas Symon com seu humor um tanto estranho fez uma série de brincadeiras de gato e rato com ela que logo ficou irritada e saiu voando céu afora, as pessoas ficavam observando, umas animadas por saberem que ali poderiam ser quem realmente eram sem se esconderem e outra um tanto preocupadas, provavelmente por achar que ela seria apenas uma mutante desequilibrada...

Ao correr os olhos pela multidão o jovem percebeu que o ambiente ficava cada vez mais lotado, os alunos que assim como ele já estavam na Universidade começavam a sair de seus quartos e decidiam ir para a tal confraternização para ver quem seriam seus novos colegas de turma, mas uma figura chamou sua atenção, um homem baixinho caminhava de forma ágil para onde o reitor e o cara grandão estavam, era o Instrutor Logan e pela forma como ele andava Chris pode deduzir que ele não estava nada feliz, chegando ao lado do reitor ele atacou o cara grandão que se parecia com a estatua que havia no Hall de entrada, estatua que ainda servia de apoio para o jovem que esporadicamente dava um gole em seu cantil cromado e o guardava de volta no bolso interno da jaqueta, o cara grandão segurou Logan e falou alguma coisa, ele adoraria ver Logan tomando uma surra e tendo seu ego ferido então riu do próprio pensamento... Foi então que ele teve aquela sensação, um leve arrepio subiu por sua espinha de forma incomoda ao avistar uma jovem de cabelos vermelhos, este arrepio era uma espécie de premonição que o jovem tinha desde que era pequeno, sempre que tinha essa sensação era porque estava perto de algo que o fascinaria de alguma forma, e de certa forma ele tinha certeza que o arrepio tinha haver com a jovem ruiva...

A jovem direcionou-se a mesa dos ponches e serviu-se com um deles enquanto era acompanhada pelos olhos de Chris, ela sentou-se em uma mesa próxima e ficou observando o ambiente, ele então decidiu ir falar com ela, iria descobrir o porque dela lhe causar esta sensação, ao passar por ela ele escutou um leve chiado em sua mente, algo muito similar a um radio fora de sintonia, ele passou a mão na nuca e forçou sua mente a limpar-se para tentar identificar aquele chiado, então parou na mesa dos drinks e serviu-se de uma bebida tão verde quanto Kiwi, virou-se e observou a jovem de cabelos vermelhos de costa então respirou fundo e começou a caminhar em sua direção, ao chegar na mesa em que a jovem encontrava-se ele puxou a cadeira e sentou-se ao seu lado com um sorriso – Olá, sou o Chris! – Disse mirando-a nos olhos enquanto ainda ouvia o chiado de forma cada vez mais intensa, ele levou o copo com o liquido verde aos lábios e deu um leve gole se engasgando com o liquido doce e não alcoólico, então tossiu algumas vezes de forma sutil – Nossa isto está horrível, o que eles pensam que nós somos? Alunos do primário? – Chris viu a jovem sorrir com sua piada barata então levou sua mão até o bolso interno de sua jaqueta e tirou o cantil cromado do mesmo despejando um pouco do liquido transparente no copo batizando o ponche – Quer? Garanto que ficará bem mais apreciável! – Disse ele lhe estendendo o cantil, a jovem pegou o mesmo e também batizou sua bebida, depois o devolveu – Aproposito, como é seu nome? – A jovem disse se chamar Charllote e junto a sua resposta veio novamente o chiado como uma ligação cruzada, era como se algo tentasse falar junto a jovem, os dois ficaram conversando por algum tempo enquanto Chris a observava como a malicia de um gato estudando cada movimento dela...

Depois de algum tempo uma figura conhecida entra no campo de visão do jovem, era sua tutora Emma, ela trajava um vestido decotado branco que desenhava bem as suas curvas, Chris encolheu-se um pouco na cadeira, definitivamente não queria ser visto por ela, então mirou novamente Charllote e percebeu ao seu lado algo como uma massa de ar acinzentada, ele piscou algumas vezes para tentar limpar a visão mas momentaneamente era tudo que podia enxergar, o chiado persistia de maneira irritante em sua mente, ele sorriu para a jovem e voltou a conversar sobe coisas banais apenas para passar o tempo, o jovem percorreu seus olhos pelo local novamente e percebeu que a briga ao lado do reitor havia acabado, o cara grandão havia sumido e Logan havia ido fazer qualquer outra coisa e se perdido entre a multidão por sua baixa estatura...

A festa em si havia voltado a ficar tediosa, o jovem mantinha sua atenção em Charllote, ou melhor na massa acinzentada que ficava circulando a jovem, a mesma pouco a pouco ia ganhando forma, a esta altura estava do mesmo tamanho da jovem como uma sombra, mas ainda não tinha revelado uma aparência fixa, sua atenção então desviou-se ao ver que um homem já de certa idade havia chego, ele trajava um uniforme de batalha e um elmo um tanto ultrapassado, o mesmo direcionou-se até onde o reitor estava, ao lado dele estava o cara grandão novamente, o velhote então se revelou um mutante, e um dos bons pois de alguma forma ele manipulou as estruturas de ferros que estavam próxima aos homens fazendo-as enrolarem-se neles como faixas os imobilizando, Chris sorriu com a cena e ficou observando, talvez uma nova briga começasse e a festa voltasse a ficar animada, até mesmo Logan que era esquentadinho pareceu ficar sem ação, inicialmente o homem falava baixo, mas logo quando foi percebido sua presença cessaram a música e ele começou a falar mais alto, não por estar se exaltando em uma discussão, mas por querer que todos o ouvissem, ele falava como um politico nato, cheio de floreios e palavras bem pensadas para convencer os que não eram capazes de pensar por si só, Chris não lhe deu muita atenção apenas fez um gesto para que Charllote também visse o que se passava, foi quando viu não uma, mas duas da menina, ele piscou os olhos com força e quando os abriu a copia da jovem ainda estava lá, ela o encarava com uma cara não muito feliz como se perguntasse o que ele estava olhando, ele apenas sorriu então sua atenção foi chamada pelo cara grandão que dava ordens para atacar o mutante mais velho que supostamente se chamava Magneto... – E então o que acha de chutarmos alguns traseiros? – Perguntou ele para Charllote e viu seu clone as suas costas dar um sorriso um tanto sádico animando-se com a ideia...

Emma juntou-se a Magneto, definitivamente isso não cheirava bem, pensou o jovem, uma batalha então começou a se estabelecer no local, inicialmente Chris apenas observou o que acontecia e os dons que os demais mutantes tinham, Emma colocou o cara grandão pra dormir com seus poderes mentais, o jovem viu o reitor mirar a tutora e tentar atingi-la com algum ataque psíquico então sorriu, seria interessante ver a tutora em ação, ele sempre achou muito interessante as habilidades dela, uma outra jovem mutante pulou em Magneto e tocou sua pele, Chris então deduziu que ela tinha os mesmos dons que ele pois logo em seguida ela manipulou alguns ferros contra o mesmo e depois disparou um jorro de eletricidade, em meio a briga uma pessoa fora jogada exatamente onde os pés do jovem estaria, mas o mesmo fora mais rápido e deu um mortal caindo em pé atrás da cadeira, viu então Symon atacar Emma e percebeu que algo de muito errado estava acontecendo, não que ele morresse de amores pela loira, mas Chris tinha certeza que ataca-la seria uma coisa bem improvável até mesmo para Symon...

Charllote por sua vez parecia um tanto quanto paralisada com a situação de batalha, mas isso durou apenas poucos segundos pois ela levantou-se e sussurrou algo para si mesma, Chris a viu char o clone de sini e sorriu ao ouvi-la perguntar quem era para atacar, o reitor ou o cara grandão, definitivamente ela não era uma proposta tentadora, pensou o jovem que ainda a observava dar as instruções a tal sini... Ele acompanhou Charllote e sua clone para o meio da batalha, a viu dar ordens ao clone que as obedeceu e pegar alguns pratos de louça sobre uma mesa e começar a atirar em Magneto, os mesmo explodiam assim que atingiam seu alvo, o jovem fechou seus olhos e apertou os punhos começando a se concentrar ao máximo convocando cada sombra existente no local que começaram a rodopiar acima de sua cabeça como um pequeno tornado, ele abriu os olhos e deu um sorriso sádico, as sombras então começaram a voar como flechas para magneto cortando as partes livres de seu corpo que estavam fora do alcance de Charllote, não podia machuca-la, essa não era a intenção, então novas sombras foram conjuradas, desta vez elas foram como faixas direto para os pés e mãos do mutante as prendendo como uma algema negra e uma outra sombra envolve sua cabeça como uma bolha, vamos ver como ele se sai sem respirar, pensou o rapaz que comandava a sombra para não deixar oxigênio passar pela mesma e ao mesmo tempo apertava em seu pescoço...







I am the demon of the shadows that came reap your life ...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victoria Stanford
X-Men / Corsários
X-Men / Corsários
avatar

Mensagens : 30
Data de inscrição : 07/04/2015

Ficha Mutante
Nível:
Poderes:
Power Force: 0/100

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Dom Maio 10, 2015 11:53 pm

Victoria se encontrava totalmente perdida, ela precisava saber o que estava acontecendo, aquela festa estava boa demais para ser verdade, a humana não sabia sobre como se defender do tal vilão maligno e sem qualquer arma ou poder, ela pensou em usar o corpo dela como arma para sobrevivência, Victoria estava bem preocupada, o que havia acontecido com o Symon, no fundo a morena sabia que ele sairia vivo dessa batalha infernal, enfim Victoria rapidamente pegou as taças e transformou as mesmas em uma arma bastante perigosa, e atacou com elas a jogando como se fossem boomerangs na direção do tal vilão que provavelmente deve se chamar Magneto, enquanto isso ela ficava um bom tempo na defensiva, teria que ser bastante forte e rápida para não acabar morta naquele recinto e sobreviver a primeira das muitas batalhas dela.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Magneto
Irmandade Mutante
Irmandade Mutante
avatar

Mensagens : 1
Data de inscrição : 08/04/2015

Ficha Mutante
Nível:
Poderes:
Power Force: 0/100

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Seg Maio 11, 2015 11:17 am



Uma Apresentação Formal


Eu deveria ter imaginado que a mente pequena e ainda não esclarecida daqueles mutantes não teria capacidade o suficiente para compreender a dimensão dos problemas para os quais eles davam as costas ao iniciar uma nova batalha, eu havia tentado não ter de iniciar uma nova disputa de poderes, mas um velho conhecido chamado Deron Bryce não me dera outra alternativa ao lançar-se em violenta investida, seu soco fora muito poderoso e por sorte ele atingiu o chão mas esse tremeu com tanta força que me desequilibrou, por sequência ele cravou seu poderoso punho no chão e arremessou contra mim um grande bloco de concreto.

Uma pena ele ter esquecido que concreto possui grande quantia de metal misturado ao cimento e pedras, interrompi o bloco em pleno ar e o lancei contra o próprio Deron. Uma jovem me toca e pelo visto ela tinha um poder semelhante ao de Vampira e agora ela tentava usar as estruturas de metal contra mim para elas conduzirem maior potência ao seu choque elétrico.
Um rapaz com dons magníficos sobre a gravidade fazia a mesma pesar sobre mim e isso me dificultou as defesas, antes que ele pudesse dar sequência eu dirigi as estruturas que à sua aliada que me roubara parte dos poderes havia tentado usar contra mim até o jovem, fazia as estruturas o envolverem como um casulo de metal para que este recebesse a carga elétrica conduzida pelo metal.

Foi algo muito inesperado mas senti o ar pesar e ficar denso sem conseguir respirar e um impacto maciço bateu contra meu peito e só pude me sentir sendo lançado para longe, fazendo meu corpo ser atraído pelas estruturas metálicas do telhado fiz meu corpo não ter sofrido o impacto da queda.

Mas algo inesperado me fez perceber que mesmo sendo ainda jovens e inexperientes o número lhes dava vantagem, algo me atingiu nas pernas e me fez sentir terrível dor e me levou ao chão. Parecia que uma das minhas pernas havia sido quebrada por uma espécie de explosão concentrada, tive que suspender meu corpo no ar à alguns centímetros do chão para me manter na batalha, foi quando uma jovem se prendeu à mim pelas minhas costas e tentou me tocar no braço destro, antes que ela conseguisse realizar sua ação girei meu corpo rapidamente em forma de um furacão, a garota fora lançada contra Deron Bryce o atingindo no peito pela garota, elevei a altitude de meu corpo, mas sua mão ainda fora mais rápida e senti que meu antebraço fora fraturado.
Ao tentar elevar minha altitude notei que algo me segurava aonde estava e apertar meu pescoço, vi um rapaz com dons sobre as sombras as usar como fitas para me prender e uma delas se estendia pelo meu corpo se enrolando em meu pescoço. Uma espécie de bolha se formava ao redor de minha cabeça para me asfixiar e assim tive que mostrar a verdadeira força de um mutante veterano.

Mesmo estando preso e contido pelos poderes daquelas frágeis crianças eu não necessitava mais de ações bruscas e cinematográficas além de teatrais para que meus dons correspondessem ao meus comandos, minha mente era a verdadeira fonte das respostas de meus dons aos meus comandos.

Fechei meus olhos para poder canalizar toda minha força e utilizar com precisão meus dons e por um fim à tudo aquilo e encerrar de uma vez a batalha, para os jovens pareceria que eu havia me rendido e assim eles abaixariam sua guarda, deixei meu corpo relaxar como se estivesse fraco e incapacitado, sinal clássico de submissão para aos que se dão à vergonha de desistir, não precisaria me movimentar muito para que conseguisse colocar fim àquela batalha sem sentido.

Apenas com minha mão canhota se erguendo levemente fazia alguns cabos de aço que estavam enrolados ao meio do que sobrou da estrutura do palco se enrolassem no pescoço do jovem que me prendia pelas sombras, fazia os cabos o puxarem com grande violência para o alto apertando bruscamente seu pescoço fazendo-o perder a concentração sobre suas ações e consequentemente as sombras não mais me prenderiam. Minha segunda ação fora a de controlar e fazer outros cabos de aço se prenderem aos punhos e tornozelos dos jovens e os suspenderem no ar com os membros sendo esticados afim de os imobilizar.

Sem as sombras me prendendo e sufocando eu estava livre uma vez mais, sorrindo eu dizia para aquelas pobres crianças:

- Uma pena vocês não terem me dado ouvidos minhas caras crianças, eu não gosto de ter que ceifar a vida de jovens que tem incríveis e raras habilidades como as suas, seriam de grande valor para a nossa causa em comum. Lamento muito que tenha de ser assim, fico entristecido em perceber que suas mentes já foram tomadas pela falsa esperança de um feliz convívio com os humanos que apenas desejam nossa destruição, serão vocês apenas mais um sacrifício pela esperança daqueles que querem lutar e sobreviver. -


Minha terceira ação fora a de fazer os metais restantes das estruturas de aço se tornarem grandes lanças de metal pontiagudo e as lançar contra o mutante conhecido por Deron, ele seria uma grande dor de cabeça para mim e deveria ser morto de uma vez.

Minha última ação fora a de controlar todas as facas e garfos de metal daquele local e as lançar contra os jovens para que não sofressem em seus últimos instantes de vida, seria uma morte rápida porem ainda assim desconfortável.



NARRAÇÃO!

Deron Bryce: 1ª Ação: 5 Pontos nos dados, ineficaz, apenas desestabiliza Magneto.

2ª Ação: 2 Pontos, falha.

Alícia: 1ª Ação: 3 pontos nos dados, ineficaz, leve controle sobre os metais mas os perde por estarem além das capacidades da mutante.

2ª Ação 9 pontos nos dados, lança uma forte descarga elétrica através de seu corpo que era conduzida pelos metais.


James: 1ª Ação: 6 Pontos nos dados, dificulta a ação de Magneto deixando-o vulnerável para a ação dos aliados.

2ª Ação: 1 ponto nos dados, falha.

Sinistra: 1ª Ação: 7 pontos nos dados, consegue dificultar a respiração de Erik com sucesso.

2ª Ação: 8 pontos nos dados, o atinge com eficácia lançando-o para longe.

Charllote: 1ª Ação: 6 pontos nos dados, quebra uma das pernas, a destra de Magneto com sucesso.

2ª Ação: 7 pontos nos dados, consegue quebrar o braço destro de Magneto.

James Stark: 1ª Ação: 1 ponto nos dados, falha.

Christopher: 1ª Ação: 2 pontos nos dados, falha.

2ª Ação: 6 pontos nos dados, consegue prender e asfixiar parcialmente Magneto com sucesso.


Pontos de vida: 400 - 49 = 351 de HP


Magneto 1ª Ação: 10 pontos nos dados, ação crítica, Christopher sente ser estrangulado e perde parcialmente a consequência. +2 pontos de dano extra por bônus de dano crítico

100-12 = 88 pontos de HP para Christopher.

2ª Ação: 8 pontos nos dados, os jovens ficam presos pelos punhos e tornozelos mas estes ainda ficam um pouco frouxos.

3ª Ação: 10 pontos nos dados ( Off: NÃO MEU DERON!), Deron sofre profundos cortes e é perfurado na coxa esquerda por uma barra de ferro. Sofre dano de 10 pontos por bônus de dano crítico. ( T.T )

300-20 = 280 de HP ( Lembrando que é personagem da Trama Oficial do RPG os personagens mencionados possuem nivelação de Cannons de acordo com a necessidade.)

4ª Ação: 6 pontos nos dados, os jovens não sofrem grandes danos apenas leves cortes e perfurações.

Todos perdem 6 pontos de HP.


Deixa eu fazer diferente...
------------------------------------------------------------------------------
@Lilah
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alicia Davenport
Moderadores
Moderadores
avatar

Mensagens : 27
Data de inscrição : 17/04/2015
Idade : 19

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Absorção de Poderes, Eletrocinese e Super Inteligência.
Power Force: 19/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Seg Maio 11, 2015 1:24 pm




Tentando Me Soltar


Estava presa no telhado em coberta por cabod de aço tinha de ter algum jeito para que eu conseguisse me soltar, pensei em usar minha eletricidade, mas se eu o fizesse eu estaria me eletrocutando e aos outros também.

Não sabia o que fazer, mas fui apenas puxando o cabo para que conseguisse fazer com que os resto que estivesse no telhado acabasse de cair, fazendo assim com que todos os outros assim caíssem comigo em segurança.

valeu @ carol!



Última edição por Alicia Davenport em Seg Maio 11, 2015 5:40 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deron Bryce
SHIELD
SHIELD
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 20/01/2013
Idade : 33

Ficha Mutante
Nível: 3
Poderes: Super Condições Físicas, Super Inteligência, Projeção de Energia
Power Force: 325/480

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Seg Maio 11, 2015 4:05 pm

A batalha nao estava sendo facil assim como eu havia imaginado, as crianças estavam presas no telhado por cabos de aço e estavam machucadas, eu não deixaria Magneto sair dessa impune, na verdade eu não o deixaria viver após isso. Ele iria pagar por aquilo com sua vida, ele podia ter lançado uma garota contra mim, podia ter cravado uma pilha de metais em minhas pernas e pelo meu corpo, mas machucar meus alunos ninguém poderia o fazer.

Além de invadir a minha universidade ainda feriu as crianças, Magneto sabia que seus poderes estavam no tão almejado nivel Omega, o que queria dizer que ele era um dos raros mutantes mais poderosos da terra, mas ele ainda não tinha batido de frente com o mutante que chutou a bunda do Skrull da Família " Esmaga" , a réplica perfeita de Hulk a criatura que é a pior das forças da natureza sucumbiu aos meus golpes pela mesma razão, ele tinha machucado uns alunos do Instituto Xavier, eram meus amigos, e eu não tive dó de esmaga-lo.

Magneto confiava em seu poder excessivamente, agora ele iria ver o que um Bryce irritado poderia causar quando irritado.

Retirei os ferros de meu corpo e os joguei para longe, fazia falta minha espada de diamantes, por isso criei uma armadura de energia ao redor do corpo de Magneto e dela fiz surgirem diversa ls estacas de energia, logo pressionei a armadura de energia no corpo depe fazendo as estacas o perfurarem.

Minha segunda ação foi gerar duas espadas de energia em minhas mãos, elas não eram tão afiadas quanto minha espada de diamantes mas iam fazer um bom fatiado de pepancas. Avancei contra o velho em voo cobrindo meu corpo com minha energia, estando perto dele tentei cravar uma espada em seu peito e com a outra decepar sua cabeça.

1: O perfurar com armadura de estacas de energia.

2: Perfurar seu peito e cortar sua cabeça com espadas de energia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Christopher B. Fenrryr
X-Men / Satânicos
X-Men / Satânicos
avatar

Mensagens : 6
Data de inscrição : 06/04/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Hipercinética, Absorção de Poderes e Arsenal Completo
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Ter Maio 12, 2015 10:19 am




Christopher Black Fenrryr




Aquilo definitivamente estava ficando um caos, o cara grandão que atacara Magneto primeiro acabou sendo alvo de seu próprio ataque, o coroa havia lançado o bloco de cimento que vinha em sua direção contra o mesmo, outro jovem fora envolvido por diversas ferragens e tomado um grande choque que deveria ter atingido Magneto, uma coisa era certa, o tempo trazia perfeição e Magneto mesmo parecendo um dinossauro explorava seu dom com perfeição...

A copia de Charllote, que curiosamente tinha o nome de Sini, conseguira lançar o velhote longe, os pratos explosivos jogados pela jovem haviam atingindo a múmia em cheio, Chris sorriu ao ver a cena, nada como a dor alheia para melhorar seu humor... Charllote havia tentado se prender as costas de Magneto, provavelmente para explodir algum de seus membros, mas a mesma fora lançada contra o grandão que a esta altura havia se libertado do bloco de concreto, meu plano ao menos havia dado certo, a bolha de sombra apertava o pescoço de Magneto fazendo-o fragilizado por um curto período de tempo, se alguém tivesse atacado naquele momento provavelmente teríamos finalizado aquela batalha, mas isso não aconteceu...

Magneto pareceu se render depois da ação do jovem, o que fez com que todos cessassem os ataques, o que obviamente era um erro pois todo fã de filme de terror sabe que o assassino sempre faz questão de voltar para dar o ultimo suspiro, e foi o que aconteceu. Christopher viu Magneto levantar sua mão esquerda e captou um barulho estranho, ao olhar na direção que via o som percebeu vários cabos de aço vindo em sua direção, o jovem tentou fugir, mas os cabos foram mais rápidos enrolando-se em seus pulsos, tornozelos e pescoço, o imobilizando enquanto pouco a pouco apertavam nos locais que estavam... Aos poucos a concentração do jovem foi se esvaindo fazendo as sombras que continham Magneto se dissiparem, o jovem viu algumas estruturas de ferro se tornarem lanças pontiagudas e ser lançado contra o grandão junto as facas que foram lançada contra os alunos, Chris mirou Charllote que ainda se recuperava do impacto com o cara que mais parecia um mini gigante, ela não teria chance de se defender das facas que iam em sua direção, ele precisava fazer algo, o jovem fechou os olhos e sentiu uma fúria preencher cada célula de seu corpo, precisava se concentrar ao máximo, mas não tinha concentração o suficiente para evocar as sombras novamente, um certo desespero encheu seu corpo, tinha que ajuda-la, precisava ajuda-la... – Charllote... -  Disse ele como um sussurro para si mesmo então abriu os olhos, o corpo do jovem começou a liberar um certo brilho como se ele fosse uma estrela, como se fosse seu próprio sol, então de forma estranha as facas que iam em direção a jovem simplesmente se desfragmentaram como pedacinhos de papel crepon passando pela mesma sem lhe causar dano algum, o mesmo aconteceu com os cabos de aço, Chris agora ia em queda livre diretamente para o chão, Chris escutava a voz de todos longe, parecia que a qualquer momento iria perder a consciência, foi quando, a mais ou menos dois metros do chão, percebeu que se não fizesse nada iria encontrar o solido concreto diretamente com a testa, ele esticou sua mão esquerda que recebeu todo o impacto, sentiu seus ossos radio e úmero se estilhaçarem por dentro de seus músculos ao encontrar o chão e segurar todo o impacto, o jovem deu uma cambalhota e parou sentado puxando o braço esquerdo para junto do corpo, a dor era insana mas não poderia se dar ao luxo de parar de lutar, ainda não... Ele reuniu todas as suas forças evocando as sombras, ela envolveu uma toalha de mesa e dois pedaços de madeira quebrados no chão, então uma tala improvisada foi feita em torno de seu antebraço esquerdo que estava provavelmente fraturado, após feito isso o jovem corre em direção a Charllote e para na sua frente com o mesmo olhar maroto que tinha antes daquilo tudo começar – O que acha de combinarmos os ataques? Eu você e a SIni? – Perguntou ele então voltou a mirar Magneto – Agora! – Disse ele e mais algumas sombras foram evocadas e jogadas contra Magneto como lanças negras, nove lanças ao todo, uma em cada articulação dos membros e uma diretamente na direção do coração...







I am the demon of the shadows that came reap your life ...



AÇÕES REALIZADAS escreveu:


1ª AÇÃO - Utilizou o Dom arsenal completo para fazer as facas que iam em direção a Charllote e os cabos que o prendiam se desintegrarem

2ª AÇÃO - Utilizou o dom de umbracinese para criar nove lanças de sombras e lança-las contra Magneto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charllote Le Roux Russeau
X-Men / Alphas
X-Men / Alphas
avatar

Mensagens : 26
Data de inscrição : 26/04/2015

Ficha Mutante
Nível: 1
Poderes: Cura, Necromancia e Bionergiocinese
Power Force: 10/160

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qua Maio 13, 2015 10:54 am



Ain Meu Deus! Uma Luta?!




 A situação da batalha no Hall de Entrada ia de mal à pior pois por mais que Magneto tivesse sido ferido de alguma forma pelas nossas combinações de ataques ele ainda mostrava o por que de ser um mutante tão conhecido e temido pelos humanos. Sinistra foi muito bem com suas ações e eu acabei tendo de certa forma um certo sucesso nas minhas tentativas de ataque, mas mesmo assim ainda acabei sendo jogada contra uma muralha em forma de pessoa, era o amigo grandalhão do reitor. Havia me esquecido de um novo amigo que tinha feito, seu nome era Christian? Não, Carlos? Me lembrei! Christopher!

Ele havia se aproximado e Sinistra comentava algumas coisas sobre ele por poder sentir a essência das pessoas por ser uma entidade arcana muito poderosa. Ela ria dele por ser meio metido a galã e paquerador, tinha um ar de valentão e durão porém ainda conservava uma essência de bom coração, ela brincava com ele ocultando sua presença e embaralhando a mente dele para que ele não à detectasse. Acabou que ele conseguiu nos surpreender com seu poder, ele possuía algo semelhante à uma telepatia muito poderosa pois mesmo com Sinistra estando apenas brincando, seu poder ia além do que um de simples telepata e se equiparava ao de mutantes muito poderosos, e o rapaz ainda assim conseguiu nota-la.

 Mas depois de tudo e de breve conversa foi que tudo começou e atraiu nossa atenção para a batalha que se iniciou em questão de minutos. Quando me dei conta da nossa situação atual eu estava fraca, presa pelos punhos e tornozelos, ferida e sangrando, como de costume eu acabava deixando as lágrimas rolarem e meu choro baixo ecoava pelo local, soluços baixos saiam pela minha boca enquanto ouvia Sinistra lá embaixo gritando comigo para eu parar de chorar. Eu não conseguia de forma alguma, estava tremendo em puro pavor, sentia os cortes e perfurações arderem e o sangue escorrer pelas minhas pernas e braços, estava em pleno desespero que sentia vontade de urinar, minhq bexiga estava cheia e o medo que me fazia tremer poderia me fazer urinar. Jamais havia sentido tamanho pavor fora quando tive o trauma com meu padrastro, temia morrer mais do que nunca, estava iniciando uma nova fase em minha vida deixando o passado para trás e procurando melhorar meus traumas me dedicando à vida na universidade.

 Ouvi vindo lá do alto a voz de Christihian ao despertar, sorri feliz por saber que ele estava bem e ainda estava na luta, ele se soltou mas ao que parecia havia se machucado com a queda, com um pano enrolado em um dos braços deu a perceber que estava fraturado. Concentrei minha energia fazendo com os cabos explodissem, corri até ele e o abracei com força beijando seu rosto devido a alegria de ver que ele ainda estava com vida. Tirei a toalha de seu braço e o estendi com medo de o machucar ainda mais, olhei para ele dizendo.

[color=#ff33ff] - Me deixe te ajudar Chris, vamos cuidar disso. - [\color]

 Com uma de minhas mãos segurando seu braço com suavidade o estendendo eu passava a outra sobre a área fraturada usando meu dom de cura para que ele pudesse usa-lo normalmente em batalha. Eu ouvia Sinistra reclamar de minha decisão em ajudar outro mutante ao invés de focar minhas energias na batalha, usar minha cura em outros me enfraquecia muito e eu já estava ferida, mas de alguma maneira eu sentia a necessidade de o ajudar. Assim que percebi que seu braço já estava curado procurei um local para me sentar e recuperar as energias, mas antes que pudesse me dar conta minha visão ficou turva e só tive a chance de ver Sinistra correr em minha direção enquanto o chão se aproximava de mim.

1 ação foi a de estourar os cabos de aço para me libertar.

2 ação curar a fratura no braço de Christian.


 Ao despertar estava caída próxima à uma das paredes do local, pude ver os outros batalhando  e presenciar as açõea de Sinistra, primeiro ela se ocultou nas sombras e surgiu atrás de Magneto o segurando pelos ombros para travar seus braços e facilitar o ataque do homem grande que tentava matar de uma vez o nosso inimigo, depois disso ela criou duas lâminas em lugar de seus braços e tentou os cravar em suas costas para atravessar o inimigo.


Logo depois meu corpo tornou-se novamente pesadoe tornei a desmaiar devido a fraqueza, eu não era forte como eles, não era uma garota que tinha costume de lutar e jamais gostara de batalhar e por isso meu corpo não tinha o costume de me manter em pé com aqueles diversos ferimentos.




Thanks @ Solaria Magnum CG

_________________
Give me Your Love

All rights to Ghost
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Deron Bryce
SHIELD
SHIELD
avatar

Mensagens : 21
Data de inscrição : 20/01/2013
Idade : 33

Ficha Mutante
Nível: 3
Poderes: Super Condições Físicas, Super Inteligência, Projeção de Energia
Power Force: 325/480

MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   Qua Jun 03, 2015 2:36 pm

A LUTA CHEGA AO FIM


Finalmente tudo aquilo estava se resolvendo, a batalha durara menos que o esperado por Magneto, as crianças se dedicaram e lutaram por suas vidas com tudo o que tinham, isso mostrava para o velho vilão que nem tudo era como ele imaginava, que todos ali já possuíam uma razão pela qual lutar e essa era a mesma razão que ele distorcia para que matássemos os humanos. Nós não eramos assassinos para acabarmos com uma raça inteira só para sermos os donos do mundo, não queríamos controlar o mundo inteiro e nem nada semelhante, só queríamos ter uma vida em paz, mas é claro que lutaríamos contra aqueles que viessem arrancar de nós nossa paz, tranquilidade e por em risco nossa existência e quem fazia isso no momento era o velho Magneto.

Eu conseguira o que desejava à muitos anos, parte de minha espada de energia estava cravada no peito de Magneto até o fim, de sua boca escorria um sangue mais escuro, suas mãos trêmulas tentavam afastar meus braços para trás mas a diferença entre nossas forças eram incomparáveis, percebo então que diversas estacas de sombras se cravaram nas costas do velho fazendo arfar de dor com um baixo e fraco grito de dor.Com uma de minhas mãos eu erguia seu rosto pelo queixo e dizia:

  - Agora você sabe que nós lutamos sim pela nossa existência, nunca deixaremos de lutar e a única ameaça real era você, mas agora acabou Magneto. -

Dava uma ultima estocada com minha espada no peito do homem e o peso de seu corpo se soltava deixando-o imóvel, o seguro pelas roupas enquanto desfazia minha espada, olhava ao redor e via muitas crianças feridas, o que me fazia ver que a batalha não havia sido fácil para nenhum de nós e todos teríamos algo para que lembrássemos de que os humanos não eram nossa maior preocupação, nossa própria raça em que deveria ser o foco de nossa atenção.


 - Todos aqui tiveram uma grande lição, jamais sabemos como ou quando seremos atacados e quem está ao nosso lado, estejam sempre alertas pois estes tempos são os mais difíceis para nós. Somos alvo de milhares de inimigos que querem de todas as formas acabar com cada um de vocês sem se importarem se são crianças ou adultos ou velhos, o que importa para eles é tirar do caminho qualquer um que demonstre risco para os seus planos ambiciosos, então o que tenho a lhes dizer por agora é que se dediquem e melhorem suas habilidades lembrando que suas vidas estão dependendo realmente de sua força. Estamos voltando aos tempos antigos onde somente os mais fortes irão sobreviver, e por enquanto vocês são os mais fracos por ainda não dominarem seus dons e é por isso que estão aqui, para que futuramente sejam os mais poderosos mutantes que caminham sobre esse mundo perdido. -

Soltava o corpo inerte de Magneto no chão ouvindo um baque seco, olhava para as crianças e lhes dizia:

 - Vão tratar de seus ferimentos, já chega de batalhas por hoje, sigam para suas sedes e vão descansar crianças, já basta por hoje. -

 Logo todos começam a se retirar deixando o Hall pouco a pouco, eu me sentava no chão por alguns instantes afim de me recuperar um pouco dos ferimentos, olhava o local destruído e pensava que era só mais um batalha mas que o pior ainda estava por vir.




                                       MESTRADO FINALIZADO!

◦◦◦
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Hall de Entrada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Hall de Entrada
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Missões do Gathering Hall(offline) 7 Estrelas
» Dúvida sobre Online Guild Hall
» Habbonice - Hall da Fama - Moedas - Melhores jogadores - Novas promoções - Daiamntes - e Vagas
» Ajuda com Monitores, Adaptadores e Conversores.
» Coleção de Carimbos Estrangeiros sobre Selos Brasileiros

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Universidade Vegas :: Ala Leste :: Hall de Entrada-
Ir para: